A dupla sertaneja Gian e Giovani, formada pelo irmãos Aparecido dos Reis Morais, o Gian, e Marcelo dos Reis Morais, o Giovani, sucesso desde o ano de 1988, se separaram em outubro de 2014 após 26 anos de carreira. Eles se consagraram como um dos sertanejos de maior sucesso na década de 90 e, apesar de negarem que uma briga tenha dado fim à dupla em 2014, ambos seguiram suas vidas e carreiras longes um do outro.

Após a separação, Gian formou dupla com Giulliano, que antes usava o nome de Max Lira. A parceria foi anunciada em redes sociais e em programas de televisão, como o Balanço Geral. Neste período de separação, Gian chegou a sofrer um AVC no final de setembro e ficou internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo. O que teria motivado foram alguns aborrecimentos com Zezé Di Camargo, que falou mal de Tati Moreto, sua mulher, no Instagram. Após o episódio, o assessor do sertanejo disse que os dois eram grandes amigos.

Em abril do ano passado, Giovani anunciou parceria com o cantor Rick, ex-parceiro de dupla do cantor Renner, que ficou em evidência na mídia por ter sido detido ao dirigir embriagado.

 

Fonte: 24news